Quando deus didn’t make it

elas conversavam animadas, amigas de

longa data que eram, dava pra sacar pelo

tom.

E falavam que deus existe sim, com certeza, lá na igreja das duas,

deus

é o senhor.

Eram gordas, usavam saia

que jeans

sempre assa

Mulheres de grandes coxas. Quando acontecia, no entanto, elas não faziam alardes. Passavam à noite

a pomada Hipoglós.

As duas conversavam lado a lado, riam, sorriam e

os seios

roçavam um no outro vez em quando, por conta da

Gesticulação. Quando não se tocavam eles ficavam

alinhados,

seio de uma com o seio da outra tão perto e

tão tementes

de qualquer contato possível.

Seria bonito se aquelas tetas um dia se encontrassem sem blusa, eu pensei,

seria ótimo ver esses mamilos em pele e

Bicos.

Uma das duas mulheres era mais seca,

a outra

Hidratada e mesmo gordas, a da esquerda era muito maior.

Distraidamente,

elas faziam o melhor tipo de sexo que existe, uma transa secreta,

minúscula, urbana.

Aquilo

era Muito mais bonito

do que imaginar se

Cristo

Um dia

mesmo

não morreu.

tumblr_n40yybLhsW1qzx0moo1_500

Num restaurante beira de estrada foi quando descobri o que é ser atriz

O ônibus parou.
Entrou nele um homem até que
bem vestido e pedindo
dinheiro pra comprar passagem, não sem antes
contar uma história que
pouco Entendi porque eu estava no fundo do ônibus
e também porque
eu estava de
fone.
O sujeito
era um tipo profundo, lembrava muito os velhos homens de circo: tirei o fone do ouvido.
Ele falava com tremenda pena de si também nas sobrancelhas,
nos disse que precisava urgente da grana,
deu pra sacar que ele
tava na merda.
Vivia o fim dos seus anos 60 e tinha um problema esquisito nos olhos, que ficavam
Molhados com muita facilidade, mas
não era choro.
Não consegui encará-lo, várias pessoas
Sim. Elas o ajudaram, inclusive, com cinco e dois reais.
Se
a grana era prum porre ou mesmo pra passagem, isso
pouco importa.
Importa é ficar de consciência limpa, ainda mais nessas épocas de fim de ano, cê pensa ter comprado teu pedaço de terra no céu,
apesar de que deus
está morto, mas eu
ajudei o velho uma ova e Pensei em
Elis
Regina, ao invés. Essa sim, era cantora de lamentos de verdade. E também no que
meu pai me disse, ontem na janta, que eu era
Uma atriz
Sem talento.
– Não deu tempo de tentar mais – eu disse pro meu pai. Tem artista que morre sem ser descoberto, veja Van Gogh- me defendi
como pude mas
acho no fundo
Que ele tá certo.Talento
é mesmo
coisa Rara, quase tão morta quanto deus. Eu deveria ter passado no primeiro teste que fiz para a
Televisão: não passei.
O velho, passou.
Saiu do ônibus agradecido. Deve ter juntado quase o preço da tal passagem e cumprimentou no ombro o último tonto que lhe ofereceu uma nota de 5.

tumblr_nft36iQVcw1rjez7so1_500

Golf

deus sem você é deus.tumblr_ncalpo0VHh1tlkm4zo1_500
você
sem deus
é nada, li
a frase
na traseira de um
caminhão.

Fiquei pensando,

eu sou
tanta coisa

enquanto deus
é um sujeito que nunca vi. Superestimado ele,
com certeza, no fundo um omisso. Sem coragem de dar as caras pra falar
abertamente
das merdas que fez.
Quando olho a cidade do carro
sinto vontade de morrer, o rio
acompanha o asfalto, o rio
é Sujo,
feio e, ao redor dele inteiro,
acontecem diversas obras, o governo
quer construir um Futuro além dos sofás sem dono na estrada, dá pena,
a pessoa pensa,
não quero mais esse troço, então
ela joga
o troço
na Rua que a Cidade
é grande, ela sempre
aguenta.
Ultrapassei o caminhão, queria conhecer o Motorista com tanta certeza das coisas que não existem.
Olhei o sujeito,
ele tinha bigode e na boca
uma goma
de mascar.
A cidade está lotada, fora as pessoas que não estão ali, estão em casa, nos shoppings, nas lojinhas. Do carro,
vi um cara no celular rindo pra tela, vi uma família atravessando na faixa, fazendo o certo, eu vi sacolas,
faróis vermelhos e constantes, a
Velocidade reduzida, as multas, a mãe sem paciência e sem sorriso,
O trabalho de
Merda até às 18, um mar de gravatas mal pagas eu vi
do carro a gente toda e
Deus é deus,
Você
é nada. O dose
é que sinto que sou tanta coisa, como posso caber no
Nada? Se me amo num homem que quero
Conhecer mas
não conheço, se compro discos, se acendo luzes, fecho armários, leio livros, penso em mim, como posso
simplesmente
não Ser?
Deus
é um Esporte pra poucos.

Sobre aquela sensação

todas as possibilidades se voltam pra gente feito
flecha
quando estamos
Juntos.
Outro dia, ouvi um poeta dizer
que colar os sexos como a gente
se cola
era o jeito mais forte de Rezar no mundo, uma pena
que as religiões tantas
escolheram separar o sexo
de deus. Elas
não entendem que
Deus
é o maior gozador de
todos,
o grande Safado, talvez até
o único, nós
somos
adolescentes e
só. Ele
nos fez um pouco mortos mas
no fundo
cheios
de sonhos, foi
embora antes, não se despediu.
Esqueceu de nos contar
como faz pra não morrer,
Jeff Buckley tinha a voz de um anjo e
morreu
afogado
na represa. Foi nadar a noite, queria se
encontrar um pouco: morreu em 1997.
Deus não disse
como
deveríamos pensar o mundo, nos deixou sozinhos nas nossas manias
de explicar, ele
nos deu a natureza
mas ela é tão Boa que
a gente se perde logo no
próximo
passo, estamos nervosos,
estamos
falantes, às vezes tem a Lua
e uns almoços de Domingo, mas
de verdade

nos sentimos não-mortos
quando
colamos nossos sexos assim,
do jeito Bonito
que a gente
cola
quando
Ama.

tumblr_n8erg2uqow1tsltdwo1_400

Nossa Invenção

tumblr_n5yy08XyUJ1t3p993o1_500ruas
tomadas
pelas pessoas que moram em
casas
cada uma na sua, às vezes
3 ou 4 na mesma e
isso a gente chama de:
Família.
Cachorros, móveis. As horas, sempre tão relativas. Toneladas de
comida por dia e ainda assim,
muita gente passando fome.
Morrendo
por causa da
Fome.
Excesso de carros, excesso de ônibus, daí inventaram o metrô, um trem embaixo da terra. Cavaram a Cidade,
ninguém
perguntou coisa alguma. E ainda assim,
tudo
é nada perante o volume de pessoas que respiram na estação
Barra Funda. Quem fez faculdade e quem nunca
Leu 1 livro, todos juntos esperando o mesmo
trem.
Ou a morte, ninguém
sabe Quando.
A Cidade
sustenta
os muros. Quem chega, quem fica,
menos os
que não voltam, ela
sustenta calada
a palhaçada, os roubos, os desejos. Cada bebê que nasce, de nome
Gustavo.
Janaina.
Pedro.
Cada um com o seu sonho, cada pé
cada pai, os gênios, os banais,
os edifícios. As mudanças no bairro, os lixos. A Cidade aceita tudo, não
retruca, não é a Natureza, não tem forças pra se
revoltar. Só a gente pode fazer isso por Ela. As ideias, as bicicletas, quem concorda e quem não concorda. As leis pro Amor, quem
acredita em deus e quem
não aguenta mais. Até quem se mata, quem escreve, os trabalhos todos, os bancos, os parques
tão poucos e tão menores
que os shoppings
centers. As igrejas de mármore,
as lojas esperando o Natal, o dia dos namorados,
as faixas de pedestres que ninguém para quando está com pressa.
A Cidade é palco de asfalto
pros Eus do mundo.

o Saldo

dos todos que

morreram por crenças

acredito

apenas

nos Romeus e

Julietas.

Das guerras

o que sobra

é a sombra

do que

não-volta.

Não

volta

não. Queria saber do preço

de se morrer de

graça,

quanto custa? Mais que deus, suponho.

Mas que

deus?

tumblr_mn6mvuZFoM1qaphxmo1_500

Vizinhos

o peso de um pássaro morto é maior do que seu vôo (e uma das coisas mais tristes de se ver)

quando acorda, a moça-mania-da-rua é mais feia que a velha da feira. Ela Perde
por semana
quase 12 horas no espelho.

O calmo rapaz da farmácia
nunca dorme sem
antes
bater punheta. Ele gosta
de revistas
de sacanagem
gay.

A mãe protetora do térreo
faz
2 anos que ela não transa. Trocou
tédio
por
livros e o filho
só liga
quando precisa de
dinheiro.

A faxineira que ganha salário
nunca
mudou
os lençóis. Ela coloca os limpos na máquina,
deixa o sujo
na cama. A dona da casa chega tão tarde que nem
percebe.

Um garoto de seis anos chamado Pedro tenta muito ser amigo de seu pai. Quase nunca consegue, só um dia
em que seu pai estava dormindo e o
Pedro
lhe deu
1 abraço.

Tem uma moça de 20 e poucos que ganhou
dos pais
1 carro. Ela mora no oitavo andar e continua pegando ônibus
todos
os dias,
6 e meia
da manhã.

Um velho de 70 anos morreu em seu apartamento. Não tinha amigos mas ia à missa. Demorou 6 dias pra que alguém
notasse
a sua
ausência: não foi o padre.
A Janela sabe.
Ela é

Deus.

tumblr_n5b2sgnzpe1rpowflo1_500

Elogio

Um Escort a dez por hora numa avenida de movimento: não

eu não acredito em deus. Tem um cara na minha academia, sessenta e poucos anos, se

deus fosse vivo, ele

seria esse cara. Muita ruga, muito charme, magro, olho

danado, boas leituras, bom cheiro, nada nele não me agrada,

deus seria assim.

Mas com essa avenida tão fria, essa falta de velocidade, acabo ficando

Bastante

realista. O vento eu não vejo mas ele existe. Isso não é prova de que deus também existe, porque o vento

eu sinto e

em sentir eu acredito. De deus, escuto muito dizer e se fosse rezar pra pedir as coisas, acho que pediria pra achar um livro perfeito,

que me traga brisa

e me traga um jeito

forte

de pensar

diferente.

Um amigo chamado Marcelo me disse um dia pra eu não acreditar em elogios. Disse só pra eu continuar estudando e

Escrevendo, balancei a cabeça positivamente.

Levei a sua fala como um elogio, talvez o melhor que já recebi, e acreditei nele.

O Escort continuava a 10

por hora, me deixando nula em qualquer possibilidade de ultrapassagem para além da buzina ou do voo.

O Escort

estava no meio da rua

me fazendo ter tempo pra pensar no como eu cheguei até aqui. Por que escrevo? Por que escrever pra mim é natural? Eu podia dançar, ao invés. Ou tocar gaita.

Tem um outro amigo meu, o Mateus, ele me disse que escrever é empurrar letrinhas. Empurrar

Foi uma ótima escolha de

verbo.

Também ele já me disse uma vez que sou bonita, mas me chama mais de gostosa do que

De bonita.

Homem é

grosso, mulher é

carne. Acho péssimo isso em todos os quesitos da vida menos no sexo.

Agora o Mateus, eu gostaria muito que ele me visse pra além das alegorias. Outra dia

ele disse que eu estava muito magra, mas ainda

bem gostosa. Eu não agradeci e

acreditei de novo. Comecei a comer melhor.

O Escort

virou a direita,

ufa.

Agora dirigindo veloz tenho chances de não pensar mais em nada, como se

fosse possível. Se deus fosse vivo, além do livro, eu pediria pro cara um tempo de pausa.

Zero de pensamento, um vácuo sereno

e Profundo,

Descuidado,

Um silêncio de dentro, um shiu pras vozes internas, dá pra pedir

Mais de 1

Coisa

Pra deus? Acho que sim, mas talvez com estratégia. Tem gente que pede em reza felicidade, mas

Convenhamos, a felicidade engloba um infinito de desejos e

possibilidades, que gente

Esperta.

Acreditar deve ter gosto de pirulito.

 

rabisco

lua,
não é preciso ver pra saber que ela existe, tipo deus se 
ele 
existisse, se 
deus fosse 
menina seria a(deus) mas 
mesmo quando nos despedimos da lua
dormimos nela one way
or
another, a gente viu a mesma lua porque era a mesma noite e se isso
não foi um encontro, nada
na vida
se encontra, nem a música com o ouvido, nem o pelo com o sexo, o teu
sexo
sem banho
tem cheiro de
(uni)verso.

 

Fiu Fio

das cores
podemos só
escolher
meia dúzia
pra passar nablade-runner-tournage-polaroid-01
boca.
Podiam ser mais, podiam ser todas, o azul 
o verde
o banqueiro
o médico
todo mundo que quisesse passar batom que passasse
os feirantes, os rabugentos, imagine aquele puto brigando contigo de
batom, seria bom, seria
humano, minha avó, tua sogra,
passar cor na
boca devia ser decreto
pra antes das refeições, assim
a gente não esqueceria nunca do quanto existir é
efêmero, a Morte
estraga festas como um
guardanapo estraga
a pintura, esse
creme de
lábios,
amanteigado e
didático
devia ser also
democrático,
assim como
o Amor e também
Deus,
no dia do juízo
final,
deve
passar Batom pra
conversar com a gente sobre
suas
Sapecagens.