no dedo sangue nenhum

– pra que tanta pressa? – pergunto às formigas

que correm sobre a mesa da

cozinha, elas não me respondem.

então vou matando

uma a uma

como quem faz a mesma pergunta em outras palavras.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s