balanço

tentei ficar menos triste desde semana passada, inclusive

quando vejo

você, Pe d ro, e

Consegui

um pouco, mas voltava logo prum registro de desânimo

abaixo da minha

temperatura normal. Ninguém

morreu, muito menos

metafisicamente. De perda, só que eu decidi não ver mais o

Gabriel e a possibilidade de vê-lo, Apenas, já me dava um certo Quente,

ou seja,

Sexo, mas

não deve ser só por isso que meus ombros andam tão caídos

Deve ser que a Vida é Foda

Mesmo, minha amiga me disse:

-não gosto de gente feliz o tempo todo porque isso não existe.

Eu costumo ser feliz quase que o tempo todo e quando não,

tento

me distrair

ouvindo música, amando de

novo,

tentando apaziguar as brigas, tentando ajudar

A carregar a sacola de mercado numa

carona,

Dizendo de um livro muda(dor) de vida

(a minha)

servindo um vinho com muito cuidado, olhando a pessoa nos olhos pra dizer que somos todos seres humanos numa busca desumana de se Encontrar e

Vamos, um dia. O tempo ajuda a sermos

melhores no sentido de menos

Umbigo.

Eu tento. Mas nesses dias o que tenho feito

não funciona.

Deve ser o Pedro, que me deixou com certa vida no peito ao mesmo tempo em que Ele não me Leva

nem em Consideração

muito menos pra passear

na Cidade a dois, o que deixaria a Cidade

imensamente

Vazia.

Ele Pensa que eu sou um chá, algo que existe

mas que é Ok Ficar sem. Se tiver que beber porque não tem outra coisa

Tudo bem, se Bebe, mas é tão

Ok ficar sem.

Quando a gente conversa é porque eu procuro. Mudo meu tom pra falar com ele. Faço 1 sexy que

vi no cinema nos anos

90 e eu Criança

babando com o tamanho de Mulher que era aquela atriz.

Faço Ela quando o vejo, puxo um beiço,

viro o quadril, coloco minha franja pro lado e falo sobre algo

Inusitado pra ele ver como sou

Especial.

Ontem mesmo falei sobre abacate. Sobre ter ido a uma frutaria que

Considero a melhor da cidade e quando perguntei do abacate descobri que não tinha, por hoje.

Falei que isso era como chegar no puteiro e não ter puta, só Gerente.

O Gerente é o abacaxi, que tinha de monte

pendurado no balcão do caixa.

Ele riu com gosto de cair a máscara que

ele também

veste quando me vê.

Me Disse:

-você é bonitinha mesmo, hein.

E quando foi embora saiu abraçado

com uma mulher de rabo

de Cavalo nem um pouco

Parecido com o meu.

O amor é tão constrangedor.

Sinto vergonha de existir com essas minhas investidas inúteis,

estou ficando sem saber como lidar com a conquista porque ando pensando demais antes

de agir.

Anos atrás eu era um lince. O Pedro ia ver só se fosse anos atrás.

Hoje em dia sou melhor em sentar

na cadeira de balanço da minha

varanda

E pensar no quanto cansa

essa bobagem de gostar de alguém querendo o mesmo em troca e

de Disco

um blues

de algum antigo que já

Morreu.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s