noite

1 hora da manhã e meu sono longe em um lugar

aOnde os sonos ficam quando não querem colar no

corpo e fazer

Dormir. Esse país se chama

Insônia

e fica numa terra pelada acima do céu.

Lá não se chega nem de trem, só

De pássaros, os pássaros

não dormem em público, nunca se viu o sono de uma pomba ou de um beija

Flor.

Eu estava na cama, tentando dormir pensando que amanhã eu teria que

fazer tanta coisa e não poderia acordar de 1 não-sono assim,

tão cansada.

Seria ruim como uma doença leve feito gripe um dia antes

de uma festa importante ou de

1 jantar de gala com muitas câmeras

fotográficas

pra depois postar registros no

face

book. Eu queria muito dormir, mas estava pensando em

você.

Aquela sua foto

me tirou do sério. Você estava mais bonito nela do que ontem de tarde na última vez em que te vi.

Olhei bastante aquela foto antes de deitar na cama, ri

Sozinha

de pensar que já

transamos em público e ninguém foi preso, crimes piores e ninguém é preso, ao mesmo tempo em que somos

todos

grades. Quando fui me deitar, acordei ainda mais o pensamento em você.

Me subiu um gelo na nuca. A imaginação tem mais Vida

Do que muita vida

morta. Tem bastante gente morta trabalhando nos caixas de super

Mercado.

De olhos fechados tentando dormir Imaginei que cheguei na sua casa de táxi. Você me abriu o portão com um beijo pausado no rosto.

Subimos as escadas do seu sobrado não sem antes cumprimentar a sua mãe, a sua irmã, os seus

cachorros.

Fizemos tudo rapidinho os Ois,

e fugimos

Pro seu quarto

como se fosse um outro

Estado também de espírito, para darmos aquele nosso beijo de

língua colado e lento, ás vezes

Vio

Lento, com a sua língua perfurando o meu pescoço e sem roupa nos almoçamos.

Você sempre dá muita atenção pros meus peitos, elogia o meu não usar de sutiã, mastiga os bicos

Com a boca de quem ama sorvete de

Pele,

E eu da minha cama vazia abri o olho pra Parar

de pensar

Em sexo numa madrugada estranhamente fria pr`um começo de

Outubro, não consegui.

Coloquei minha mão em mim, uma sopa.

Conversei com uma amiga um dia sobre o quanto era difícil eu

Gozar

Sozinha, sozinha eu nunca

cheguei em lugar

nenhum. Ela me disse:

– Usa a parede.

Coloca a boca na parede e imagina muito forte o que te dá

tesão.

Coloquei,

gesso

tem gosto de pó. Esfreguei a

Minha mão em mim,

Rebolei solitária, fiz

Pequenos círculos com a bunda

no ar,

Fui ágil pensando em

você e pensando que a minha mão era a sua. Meu corpo me exigia Urgência. O corpo da gente quando quer alguma coisa é um

Touro.

A cabeça

Vira Serva

Do corpo quando ele é teimoso querendo o gozo e a minha mão em mim num ritmo incansável

Foi ficando boa, muito

Boa,

Ótima, deliciosa como quando estamos juntos e naquele segundo do antes

De gozar eu sorri.

Gozei

com a boca aberta encostada na parede, os dentes arreganhados, a língua pra fora, a respiração como se eu tivesse pulado

Corda por uns 5

minutos, o medo

De alguém me ouvir, o corpo

Ainda piscando, ainda querendo qualquer coisa muito profunda que não tem nome e nunca vai ter.

Gozei sozinha,

Pela primeira vez. Não acreditava que tinha conseguido, enfim. Gargalhei abafada no travesseiro,

Pensei que

Nunca esse dia chegaria, d`eu

Me bastar.

Olhei de novo a sua foto pelo celu(lar). Agradeci a ela, que eu tive ajuda e não

sou ingrata.

Encostei de novo no travesseiro e foi 1 pisco

Pro Sono

colar no meu corpo sem eu perceber exatamente quando, Sono é sempre assim. As palavras com S são muito fortes por causa da

curva, Sexo,

Sono,

Sorte, eu perdi a hora

hoje de manhã. Acordei às 11 com uma ligação insistente do meu Chefe,

Pensei em contar pra ele

a verdade.

Anúncios

2 comentários sobre “noite

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s