pós tumo(r)

Uma visão 360 me assola, olho
a privada e vejo
as Bundas peladas prontas pra
escorrer.
Olho a puta e vejo o gozo
do pinto pequeno nada carinhoso que paga
a transa
uma ova e ai da puta se
reclamar. Olho a cidade sem mim, idêntica
em volume
e funcionamento. Morta
sou espectro e vejo
tudo aquilo que eu já sentia, mas
não tinha
provas. Agora tenho. Meu vizinho não vale nada mesmo, raspou o carro no meu e ainda por cima
apoiou as caixas
da feira no
pneu: não confessou. Morri
leve, foi 1
flash. O pessoal no velório tá comentando do quanto eu era
Doce. Gostaria de me sentir agradecida mas
não consigo. Olho
meu olho
fechado e vejo as noites
mal dormidas, os homens
que já dei
lado a lado no meu
caixão, despretensiosamente juntos, mal sabem eles
que já dividiram
a cama
da mesma
Mulher, mas
agora
pouco importa. Sou 1 boceta morta, afinal.
Eu era ótima respirando, balançava sim pra tudo, lia, comia bem, usava roupa justa nos eventos formais, até que me aconteceu umas dores na barriga
Terríveis e em 5 dias eu perdi minha vida
depois
dos
30. Minha mãe não tem mais lágrima. Meu pai está em susto. Meu cachorro pensa que volto logo, para darmos aquela volta no parque do jeito que a gente combinou. Não vai dar, amor, estou morta
Me vejo
morta e morrer
é isto. Existir o suficiente pra se ver e ver
os outros
sem nenhum livre arbítrio, é
parecidíssimo com a Vida mas

sem possibilidade de deus.

tumblr_nk5matZrvu1r4qhjio1_400

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s