por dentro é sempre outra coisa

Quando você pegou no meu braço e olhou pra minha pele com aquele seu jeito de observar até as veias, até as células, eu
senti vontade de
tirar o braço das suas mãos. Depois colocar de novo. Depois te lamber até sair o gosto do sabonete que você tinha lavado
os dedos, a palma, quando foi ao banheiro quantas vezes, 2? 3?, por conta dos
chopes que tu
tinha tomado. E pensar que pra ir ao banheiro
você abriu o zíper da calça, pegou seu pau nas mãos e depois
lavou as
mãos, eu
não lavaria. Quando você me deu o
– Tchau.
seco, depois do melhor abraço e batidas de coração que poderíamos nos dar, eu
engoli a rua, subi a calçada de cabeça baixa tão contente por não conseguir enxergar nada além de você, quis muito voltar
para te dar
um beijo. Pensei
1, 2,
3,
4 vezes, quase voltei, era só
virar o corpo na sua direção e
não era só virar o corpo na sua direção.
As escolhas são sempre profundas, mudaria tudo se eu tivesse voltado e eu
escolhi não voltar, somos um resultado
matemático de seleções boas ou
péssimas, não há
testemunha possível além de nós mesmos e jamais saberemos, nem tente. Se tentar,
estará prestes a conhecer a palavra Cansaço.
Eu escolhi esperar
com paciência
o nosso beijo que nunca
Aconteceu, apesar de termos passado tão perto. Somos bons
em (a)guardar. Porque amamos demais o gozo,
queremos prolongá-lo do tamanho de uma passarela, fazer da vida
apenas um motivo
de seguir vivendo pra te encontrar de novo.
Assim não se morre. Quando se quer muito alguma coisa,
com todo o coração, então não morreremos
até consegui-la, está na carne.
A gente
se almoçou,
sentei na sua frente como planejamos e sentei também um futuro
brilhante
ao seu lado.
Tudo dentro
Da cabeça
Da gente, os filmes mais lindos,
mais sujos, mais
pornográficos do mundo
feitos por mim
e por você,
sem nunca terem sido feitos.

tumblr_msbn0ttpEU1rp4397o1_1280

Anúncios

Um comentário sobre “por dentro é sempre outra coisa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s