Açougue ou Como rezar sem joelho

(uma resposta a Carlos Alonso)

 

do se cortar eu faço não por falta de amor a mim.

Não por ego ou como forma de punição, eu

me corto porque gosto

do vermelho na pele,

a sensação da dor, do

sangue escorrendo

quente

no braço.

Passo o dedo e sinto o gosto, boto pra dentro o que fugia, sangue do braço na boca.

Fecho o olho e me imagino do avesso, por dentro, como se

tripa

fosse vinho, como se vida

fosse fácil, não

se preocupe.

Só me corto vez em quando, não é hábito, apenas quando a Lua faz barulho, quando a sombra de mim é maior do que eu.

Eu tinha medo de sombra quando pequena, hoje

tenho medo de morrer,

não

me acuda.

Só me corto quando quebra um copo, pego um pedaço

e lasco na pele devagar, bem

devagar,

dor aos poucos é rosto pro prazer,

levinha aos poucos,

a pele abre

e se mostra de dentro, da parte do que sinto e não

do que vejo.

A vontade de me virar do avesso é linda porque é impossível em vida.

Queria ser ao contrário sem morte, é um pouco

como o amor. Queria encontrar alguém que me abrisse sem ser médico,

que me abram como tu me abria quando a gente se devorava em meados de 2011. A cor era vermelha. Os pontos de encontro numa transa são vermelhos, tudo melado,

mel

ecado

de lambuzeira em 2 corpos. 3, 4, o que somos afinal quando nos encaixamos uns nos outros?

Somos o Encontro,

sei

que  é forte ser mais que 1.

Se andássemos grudados como ficávamos na cama

Ora,

eu não precisaria me cortar nunca mais,

não me ligue.

Se ligar, direi que esse texto é mentira, direi que o corte foi

um susto,

Direi que cai porque sou desastrada,

não sou,

não me impeça.

Se tentar,

caso tente,  tu ficará louco, consumido

pela minha falta de

juízo que não é pena nem ódio de mim, é uma tentativa

de expansão  poética, é quase um ato religioso

experimentar

a carne humana em toda a sua fragilidade.

hay_que_comer (19)

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s