Não deixe a mulher sozinha

Queria ter comprado aquela máquina de escrever que vimos Juntos. Você estava certo, eu preciso de raízes, uma hora ou outra acaba a crise e eu tenho que escrever com mais instinto. Teria ido hoje na loja,

depois do almoço,

mas acabei me perdendo no chá, eu fiztumblr_mbaeaxkkYC1rq7yhco1_400

um chá

da tarde

pra gente: tu

não

veio.

Tinha me prometido, inclusive, mas a sua boca fala mais do que seus passos, sempre foi assim. Eu tinha deixado a casa limpa, comprado bolachas, terminado um livro

pra gente conversar. Sei que não gosta de futilezas, verticalizo-me por ti all the time. E porque te amo

me esqueci do mais importante:

que tu

é

casado.

Tua mulher

Teve criança

eu sou último plano. Também queria fazer neném e cê me diz:

– Calma doçura.

Odeio quando você me diz disso, faço drama, quero agora. Uma mulher precisa de estepe, qualquer segurança e algumas promessas. Já existem bocas pra tu alimentar,

eu sei

Mas não é só de grana que se vive um povo. Tu me prometeu um chá e 1 filho mas nunca

avisa quando.

Estou farta e febril é o fim.

Queria te ligar, são 5 e combinamos 3. Olhei o telefone, Vermelho.

Que sozinha, Benito, que bobagem, eu tinha te colocado um vestido.

Olhando assim

de cima

tenho belas pernas, ótimas cochas. Por vaidade, levantei um pouco o meu vestido. Sou Cristã mas não morri. Tentei te ligar no celular, fui amável. Poderia tentar ligar na tua casa, imagine. Te foder, you Know, mas eu te amo e acontece também que não sou ignorante. Sei respeitar a burguesia. Só gosto de saber do seguinte: caso quisesse, poderia Te foder numa boa.

Te liguei no celular, portanto, o chá

Gelado.

As bolachas

Murchas, te liguei no celular e tu não me atendeu. O telefone vermelho na mão direita, chama

que chama

mas tu

não me atende: Maldito.

O telefone gelado no meu ouvido, minhas coxas e tu acredita que o formato do tel

lembrava teu pau?

A cor também, que tu é branco e fica ruivo quando está de pica dura.

De repente,

o telefone me pareceu tão tocante. Dei-lhe um beijo de língua. Beijei com gosto aquele tel e fui descendo pelo peito, barriga, perna. O telefone lembrava muito teu pau e eu o enfie em mim,

pra mim. De fora,

restou Só o fio.

Gemi e pensei que agora

Seria uma boa hora

Pra tu me ligar: que solidão,

amor.

Anúncios

8 comentários sobre “Não deixe a mulher sozinha

  1. Acabo de ler “Dê-me 1 quarto, 2 livros e uns 3 ou 4 problemas que eu te faço um poema imortal.” e me deparo com “Não deixe a mulher sozinha”…
    E claro que tudo faz sentido. Dessas coisas que sabemos que precisam mudar e não mudam, mas também não tiramos a bunda da angustiante rotina. Ou a vida que bate à porta e aquela preguiça imensa de atender. Ou o sonho de viver de palavras e de palavras não conseguir chegar…
    Ótimos textos tenho encontrado aqui e ali, na Oitava! Puta trampo de todos, enfileirando fãs!

  2. Gostei muito dos seus textos. Li o primeiro agora mais cedo. Agora a casa de um amigo me deu vontade de ler mais e fu atras e um site e cheguei até aqui. Muito bom mesmo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s